5 de set de 2013

ATPC 05/09





 Professores

  • De acordo com o folder e bilhete  ao lado, teremos reuniões com os pais e alunos, nos dias 10 e 12 de setembro, onde será apresentado o modelo de Ensino Integral para o ano de 2014.
  • 1 - Deixe registrado as suas expectativas em relação às mudanças  na organização da escola.
  • 2- Para você qual a diferença entre: Escola de Tempo Integral (já somos) e Ensino Integral (seremos)?






22 de ago de 2013

ATPC - 22/08/2013

INDISCIPLINA

Uma das questões mais discutidas no âmbito escolar está ligada à indisciplina, essa constantemente gera muita polêmica, as causas são inúmeras e dificilmente se chega a uma conclusão.

Nesse sentido, o primeiro passo a ser traçado é a realização de uma análise no “embrião” do problema, ou seja, na origem da questão, é partir daí que se conhece os motivos que levam os indivíduos a comportar de forma indisciplinada.

Antes de julgar o comportamento de alguns é preciso verificar a realidade da escola, da família, o psicológico, o social, além de muitos outros.

As manifestações de indisciplina, muitas vezes, podem ser vistas como uma forma de se mostrar para o mundo, mostrar sua existência, em muitos casos o indivíduo tem somente a intenção de ser ouvido por alguém, então para muitos alunos indisciplinados a rebeldia é uma forma de expressão.

Muitas escolas não oferecem espaços adequados para a prática de esportes, para brincar ou correr nos intervalos. Diante disso, o espaço escolar fica limitado somente à sala de aula, como crianças e adolescentes detêm muita energia, a falta de locais para “gastar” essa energia conduz à indisciplina.

Outro aspecto de grande relevância é a família, problemas de diversas ordens podem acarretar na indisciplina escolar, talvez esse aluno conviva em um lar desestruturado onde os pais não se respeitam e assim reproduzem o que presencia em casa na escola.

Além disso, problemas psicológicos e sociais atingem diretamente o rendimento escolar, mais precisamente no fenômeno da indisciplina que se tornou, nos últimos anos, um dos principais problemas da educação no Brasil.

A indisciplina cresce constantemente, produto de uma sociedade na qual os valores humanos tais como o respeito, o amor, a compreensão, a fraternidade, a valorização da família e diversos outros foram ignorados.
Por Eduardo de Freitas
Equipe Brasil Escola
1 - Após a leitura do texto  faça uma reflexão sobre o tema e uma analogia com a nossa escola.
Aguardo
abraços 
Maria

15 de ago de 2013

ATPC 15-08

video
Após assistir o vídeo, deixe suas sugestões  de atividades para o 2º semestre.
Aguardo
abraços
PCAGP Mara

8 de ago de 2013

ATPC - 08/08





Matéria publicada no Jornal Folha de São Paulo, 30 de julho de 2013.

IDH das cidades melhora, mas educação é entrave
Desenvolvimento sobe 47,5% e vai de 'muito baixo' para 'alto' em duas décadas 

30% dos municípios, porém, seguem mal em ensino; índice da ONU também avalia renda e expectativa de vida


O Índice de Desenvolvimento Humano dos municípios brasileiros subiu 47,5% em duas décadas --saindo do nível "muito baixo" para outro considerado "alto".
A melhoria das cidades ocorreu tanto em renda da população como em longevidade e educação. Os três quesitos são a base do IDHM --uma versão local do IDH utilizado pela ONU em avaliações de desenvolvimento social em países do mundo.
Mesmo sendo a área que mais evoluiu, a educação ainda é a única que alcança só um nível "médio" --que rebaixa a nota dos municípios.
As conclusões fazem parte do Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil 2013. A pesquisa da ONU é feita com ajuda do Ipea (instituto ligado à Presidência da República) e da Fundação João Pinheiro, do governo mineiro.
Os dados foram calculados com os Censos de 1991, 2000 e 2010 --não captam, portanto, a gestão Dilma Rousseff.
Um dado emblemático do novo cenário é a quantidade de municípios de IDHM "muito baixo". Em 1991, eram 85,8%. Em 2010, só 0,6%.
O índice repete um modelo do IDH mundial ao usar os três indicadores sociais, que variam de 0 (pior) a 1 (melhor). No entanto, as variáveis globais e locais de cada categoria são diferentes, impedindo que sejam comparados.
O IDHM brasileiro, de acordo com os atuais critérios, era de 0,493 em 1991 --próximo do teto da classificação "muito baixo", que é 0,499.
Após quase dez anos, subiu 24,1% e chegou sob FHC a 0,612 --ou "médio", segundo a escala estabelecida.
Na década seguinte, dominada pelo governo Lula, continuou crescendo (18,7%) e alcançou em 2010 a marca de 0,727 --quebrando a barreira de 0,700, a partir da qual o IDHM é tido como "alto".
O quesito social que mais chega perto da nota máxima de 1 é longevidade (expectativa de vida ao nascer).
Seu índice é de 0,816. Ele foi beneficiado pela queda da mortalidade infantil --de 47% entre 2000 e 2010.
Em seguida está a renda (mensal per capita), com 0,739. Já educação tem 0,637.
Quase 30% das cidades brasileiras têm nota considerada "muito baixa" em educação. E só cinco têm índice considerado "muito alto".
Segundo Marcelo Neri, presidente do Ipea, programas de transferência de renda não tiveram tanto peso no IDHM. "O Bolsa Família é um coadjuvante." O Atlas, para ele, mostra que "a evolução é extraordinária, mas os indicadores ainda são muito ruins".
O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que a prioridade deve ser "diminuir a desigualdade regional".

Professores, comentem o texto acima.
Boa leitura

29 de jul de 2013

REPLANEJAMENTO 31/07

E E OLÍMPIO CATÃO
Replanejamento Escolar 2013
31/07/2013 das 13h às 17h
·         13h - Acolhimento (Vídeos – “O valor do educador” e “Nunca julgue pela aparência”).
·         13h20 - Dinâmica de autoconhecimento (Meu brasão).
·         14h20 - Turismo na escola (apresentação dos recursos didáticos) em grupos.
14h30 - Em grupos, separados por áreas de conhecimento, discutir a respeito de um tema (por série) para trabalhar com os alunos nesse primeiro momento de retorno as aulas. A intenção é motivar e despertar a curiosidade do aluno para que o mesmo se interesse mais pelas atividades escolares, não só em sala de aula, mas também para escola como um todo. Dentro dos grupos dividam os professores por séries em que lecionam e escolham uma pessoa para tomar nota das ideias que surgirem

·         15h20 - Nos mesmos grupos, montar as atividades a respeito do tema que foi discutido e selecionado em um primeiro momento; organizando-as e elencando quais materiais e espaços cada professor irá utilizar para o desenvolvimento da atividade.
·         16h - Organização entre os grupos para utilização dos recursos de modo que todos possam fazer uso dos mesmos. Agendamento de materiais e recursos.
·         16h20 – Elaboração dos planos de ação para o 2º semestre.                                 Equipe Gestora
·         Encerramento do Replanejamento.      “Olímpio Catão”
Julho/2013

REPLANEJAMENTO 30/07

 


  E E OLÍMPIO CATÃO
Replanejamento Escolar 2013
30/07/2013 das 15h às 19h
·         15h - Abertura- Diretora: Vilma M. Andrade Nascimento.
·         15h10 - Apresentação da P.C.A.G.P: Mara.
·         15h15 - Apresentação dos eventos do 1º semestre.
·         15h30 – Apresentação dos resultados do SARESP 2012.
·         15h45 - Apresentação do ppt sobre “Avaliação e desafios”.
·         16h – Construção do gráfico, em grupos por área de conhecimento, sobre os índices de fluxo do Idesp dos anos de 2009, 2010, 2011 e 2012.
·         16h30 – Em grupos, por área de conhecimento, faremos a definição dos nomes dos alunos que exigem um acompanhamento disciplinar mais próximo.
·         17h30 - Vamos tomar um café?
19H00  - Encerramento

· 
Um bom Retorno para todos!
Equipe Gestora “Olímpio Catão”
Julho/2013

AS AULAS ESTÃO VOLTANDO.


26 de jun de 2013

DO OUTRO LADO DO BANHADO

Fotomontagem feita no scrapee.net

IV CONFERÊNCIA NACIONAL INFANTO JUVENIL PELO MEIO AMBIENTE


Muito legal a participação dos nossos alunos  na IV Conferência Nacional Infanto juvenil pelo Meio Ambiente.  No dia 19/06 aconteceu  na escola o Com Vidas, e a escolha dos delegados que serão os multiplicadores. Parabéns a todos que se envolveram!

"PROJETO "DO OUTRO LADO DO BANHADO"

Parabéns para os alunos e professores envolvidos neste projeto.
A importância de mostrar para o aluno a relevância do nosso Banhado e sua biodiversidade. Agradecemos ao  PCNPE Taciano pelo apoio e orientação aos nossos alunos e professores.

10 de jun de 2013

ATPC 10/06/2013


PAUTA
·         Agendas: SAI, Vídeo
·         Preparação para a IV Conferência Nacional Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente
·         Visita ao Banhado- SEMEA e Museu do folclore
·         Cronograma de Encerramento do Semestre
MAIO
01/05 - FERIADO
09/05-CONSELHO DE CLASSE E SÉRIE PARTICIPATIVO
( LANÇAR PRESENÇA PARA OS ALUNOS) AULAS PREVISTAS E DADAS
 25/05- SÁBADO LETIVO ( DIA DO FILHO NA ESCOLA)REGISTRAR PRESENÇA PARA OS ALUNOS (AULAS PREVISTAS E DADAS)
30/05 FERIADO – REGISTRAR NAS OBSERVAÇÕES
31/05 – REUNIÃO PEDAGÓGICA (REGISTRAR APENAS NAS OBSERVAÇÕES)
JUNHO
15/06 -  FESTA JUNINA (PRESENÇA PARA OS ALUNOS- AULAS PREVISTAS E DADAS)
27/06 – CONSELHO  DE CLASSE E SÉRIE PARTICIPATIVO-REGISTRAR PRESENÇA PARA OS ALUNOS – AULAS PREVISTAS E DADAS.
28/06- ENCERRAMENTO DO BIMESTRE. REGISTRAR PRESENÇA PARA OS ALUNOS- AULAS PREVISTAS E DADAS.
JULHO:
FÉRIAS DE 01 À 15/07
RECESSO:  16 Á 29/07
30 E 31/07 – REPLANEJAMENTO
INÍCIO DO 2º SEMESTRE: 01/08
Bom trabalho para todos!
PC Mara - ETI